javascript:; ~ INGÁ ONLINE

domingo, 17 de abril de 2011

MANÍACO DE LUZIÂNIA Morto e foragido da Justiça

Erros e atrasos no abastecimento de informações em banco de dados nacional fizeram com que o pedreiro Ademar Silva fosse solto antes de cumprir a pena por abuso sexual contra duas crianças no DF. Livre, assassinou sete jovens no Entorno
Um ano após a sua morte, o maníaco de Luziânia (GO) continua foragido da Justiça. Apesar de a certidão de óbito atestar que Ademar de Jesus Silva cometeu suicídio numa cela da Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc), no complexo da Polícia Civil em Goiânia (GO), a rede Infoseg, do Ministério da Justiça, armazena informações de mandados de prisão em aberto fornecidas por três estados. A falta de atualização no sistema nacional expõe a fragilidade na manutenção de dados relevantes para a prisão e a soltura de acusados.

fonte: Correioweb

0 comentários:

Postar um comentário

 
Powered by Blogger