javascript:; A cada quatro dias, um motociclista morre nas vias do DF ~ INGÁ ONLINE

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

A cada quatro dias, um motociclista morre nas vias do DF

Ao longo do ano passado, 95 motociclistas morreram em acidentes de trânsito no Distrito Federal, 16 a menos que em 2010. Significa dizer que, a cada quatro dias, uma pessoa perdeu a vida enquanto trafegava de moto pelas pistas locais. A quantidade de acidentes fatais envolvendo veículos de duas rodas também caiu na comparação com o ano anterior, passando de 151 para 113. Os dados ainda são preliminares, mas os resultados são comemorados pelo Departamento de Trânsito (Detran), que atribui a redução das estatísticas ao arrocho na fiscalização voltada para essa parcela de condutores.

O boletim, divulgado no início da noite de ontem, revela ainda que, dos 109 motociclistas envolvidos em acidentes fatais, 8% não eram habilitados. A maior parte das fatalidades ocorreu nas rodovias distritais e federais, monitoradas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e pelo Departamento de Polícia Rodoviária Federal (DPRF). As vítimas mais comuns são homens entre 20 e 29 anos.

Blitzes
O Detran quer continuar a fiscalização focada nos motociclistas. “A frota de motos cresce de forma acelerada. E, tirando o pedestre e o ciclista, o condutor de motocicleta é o mais vulnerável”, informou Rômulo Felix, diretor-geral substituto do órgão. Durante 2011, a Gerência de Fiscalização e Policiamento de Trânsito do Detran fez 167 blitzes, fiscalizando e vistoriando mais de 3 mil motos. A meta era tirar de circulação veículos conduzidos por pessoas sem habilitação, alcoolizadas e com documentos de porte obrigatórios irregulares.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Powered by Blogger