javascript:; Números apontam que pelo menos duas pessoas são sequestradas por dia no DF ~ INGÁ ONLINE

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Números apontam que pelo menos duas pessoas são sequestradas por dia no DF

A cada dia, duas pessoas são levadas por bandidos no DF. Com isso, os 554 casos dos primeiros nove meses do ano alcançam a média mensal de 61,5 ataques, considerada a maior da história. GDF instalará câmeras para diminuir as estatísticas
As impressionantes cenas de uma universitária sequestrada, às 19h30 na Asa Sul, se tornaram rotina no Distrito Federal. Vídeo divulgado ontem com exclusividade pelo Correio Braziliense flagrou a ação de dois bandidos, que surpreenderam a jovem na terça-feira passada. O ataque ocorreu assim que ela estacionou o veículo em frente ao edifício onde mora. O drama sofrido pela vítima também ocorreu, entre 22 de agosto e meados de outubro, com um diplomata italiano de 37 anos; a filha do ministro da Pesca, Marcelo Crivella, Deborah Christine Crivella, 30; e o diretor-geral da Câmara dos Deputados, Rogério Ventura Teixeira, 50.

Desde 2008, o sequestro relâmpago aparece como um dos delitos mais preocupantes e desafiadores do Distrito Federal. À época, a cada 15 horas, uma pessoa tinha a liberdade restringida. A média era 26% superior à do ano anterior. Mas, nos últimos quatro anos, esses índices saltaram vertiginosamente. Se as estatísticas não apontarem uma drástica redução, 2012 será o mais ano com mais casos em 11 anos. Todos os dias, duas pessoas são vítimas desse tipo de delito. A média mensal é de 61,5 sequestros, a maior da história. Só entre janeiro e setembro, houve 554 registros. Em 2011, as delegacias do DF registraram 675 ocorrências.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Powered by Blogger